Como pedir cartas de recomendação para a candidatura em faculdades no exterior?

18 MAR 2022

Felizmente, as cartas de recomendação são a única parte da candidatura que você não precisa escrever. No entanto, é preciso entender como elas podem impactar sua aplicação e para quem e como você deve pedi-las.

O que são as cartas de recomendação?

Essas cartas permitem que as universidades tenham uma ideia genuína de quem você é e de suas realizações no ambiente acadêmico do colégio de uma perspectiva externa. A capacidade de conhecê-lo além de seu currículo e informações de inscrição permite uma compreensão mais profunda de suas motivações, capacidades e se você tem o perfil para a instituição. Este conhecimento final pode diferenciá-lo de outros candidatos.

Existem vários casos em que uma recomendação forte pode diferenciá-lo de outros alunos. Se sobrar uma vaga e você e outro aluno tiverem qualificações iguais, uma forte carta de recomendação pode ajudar a mostrar por que você é um candidato de mais destaque. Se suas notas não estiverem exatamente onde deveriam estar antes da admissão na faculdade, as cartas de recomendação permitem que você mostre seu progresso e conquistas além de suas notas. O número de cartas de recomendação necessárias antes do prazo de inscrição varia de acordo com a instituição. No entanto, a maioria das faculdades normalmente pede duas ou três.

Ao se preparar para pedir cartas de recomendação, considere o que você gostaria de mostrar e quem pode falar melhor sobre um papel de liderança, seus objetivos acadêmicos, objetivos de carreira e sua integridade.

Para quem devo pedir cartas de recomendação?

Idealmente, o escritório de admissões solicitará cartas de um professor (inglês, matemática ou ciências etc). Algumas escolas podem aceitar cartas de recomendação de conselheiros acadêmicos, conselheiros escolares ou qualquer pessoa ligada às suas experiências acadêmicas. No entanto, sempre verifique os requisitos de cada universidade, porque eles geralmente diferem de acordo com a instituição.

Antes de decidir a quem pedir, pense em seu relacionamento com professores e funcionários. Quais conhecem você melhor e podem falar sobre seus pontos fortes?

Professores

Um professor pode falar sobre seus pontos fortes acadêmicos e pessoais. Se uma faculdade exigir mais de uma carta de recomendação, você deve priorizar alguém que o conheça bem, tenha lhe ensinado recentemente e que ensine uma matéria básica.

Conselheiros escolares

Um conselheiro escolar é outra ótima opção porque pode ser uma referência positiva que fala sobre seus pontos de destaque e aspirações. A diversidade é importante, especialmente com instituições que pedem várias cartas de recomendação.

Por exemplo: se você é bom em inglês e apenas fornece cartas de professores de inglês, suas recomendações não demonstrarão todas as suas habilidades principais e quem você é fora da aula de inglês.

E se eu não conhecer meus professores?

Snoopy asking for letters of recommendation

Em um mundo ideal, você terá cultivado um relacionamento autêntico com seu professor antes de um pedido formal de recomendação. No entanto, se você se encontrar em apuros e não tiver uma pessoa em potencial para pedir, não é tarde demais para construir um relacionamento positivo com alguns professores. Faça questão de parar e vê-los durante o horário comercial ou depois da aula - ou onde quer que estejam disponíveis. É importante que eles o conheçam assim como você os conhece.

Se você identificou referências em potencial e sente que tem uma conexão forte, mas não tem certeza se eles estão prontos para dar uma recomendação, considere conversar com eles sobre sua inscrição na faculdade pessoalmente. Isso pode ser um ótimo começo de conversa!

Quando devo pedir as cartas de recomendação?

Cedo. Não espere até o último minuto para pedir aos professores que escrevam uma carta de recomendação. Dê a eles tempo suficiente para escrevê-la. Lembre-se, você está pedindo ao seu professor para fazer algo por você que não é obrigação dele. Pode levar várias horas dele para produzir uma recomendação profissional, por isso é uma cortesia comum dar-lhes tempo para concluí-la. Além disso, se você ainda não tem um relacionamento profundo com nenhum de seus professores, é importante considerar o tempo de construir certa proximidade visando solicitar a carta futuramente.

Você também pode não ser o único aluno solicitando uma carta. É importante lembrar de todos esses fatores ao considerar o momento de solicitar uma carta de recomendação. Dê uma olhada em sua inscrição para ver o prazo real para as cartas de recomendação. Idealmente, você deve perguntar com meses de antecedência. Se isso não for uma possibilidade, dê-lhes no mínimo duas a três semanas para escrever a carta.

O tempo também é importante ao pedir uma carta de recomendação. Evite o início da aula quando seu professor estiver se preparando para a aula ou em outros horários de maior movimento durante o dia. Se possível, peça para agendar um horário para conversar para que ele seja avisado com antecedência e não seja pego de surpresa. Se você não conseguir agendar um horário, o final do dia pode ser um excelente momento para abordar seu professor.

Como pedir uma carta de recomendação?

A melhor maneira de solicitar uma carta de recomendação é pessoalmente. Isso permite que seu professor converse com você sobre qualquer dúvida e se prepare para escrever uma carta detalhada que mostre seus pontos fortes em um ambiente acadêmico. Você também vai querer vir preparado com algumas novas informações para ajudá-lo a escrever uma boa carta. Você deve estar pronto com:

  • Uma lista de faculdades para as quais você está se candidatando;
  • O programa específico e o assunto que você deseja estudar;
  • Um currículo profissional atual para você ou uma breve com realizações;
  • Se apropriado, uma cópia do seu ensaio de admissão;
  • Um calendário com os prazos de inscrições.

Depois de revisar todas as informações relevantes com seu professor ou conselheiro, pergunte se eles têm alguma dúvida sobre a carta de recomendação ou as diretrizes de inscrição. Finalmente, AGRADEÇA-OS por concordar em escrever uma carta para você.

Depois de pedir pessoalmente, acompanhe todas as informações para a recomendação por e-mail. Expresse sua gratidão mais uma vez. Aqui está uma amostra de como seu e-mail de acompanhamento pode ser:

Boa noite Sra. Smith,

Em primeiro lugar, gostaria de agradecê-lo novamente por concordar em me fornecer uma carta de recomendação para a faculdade.

Estou ansioso para frequentar x universidade e acredito que o programa pré-veterinário me ajudará a atingir meu objetivo de me tornar um veterinário.

Vale lembrar que o prazo para envio das cartas de recomendação é 20 de janeiro. Acabei de inserir suas informações no portal de inscrição e você deve receber uma solicitação para enviar sua carta em breve.

Estou anexando uma cópia do meu currículo e transcrição para sua referência também. Se você tiver alguma dúvida, por favor me avise. Ficarei feliz em repassar qualquer um dos detalhes com você.

Obrigado novamente!

Suzie Q

Depois de solicitar e estar acompanhando suas cartas de recomendação, é hora de cadastrar seus professores no portal de candidatura da faculdade. Serão eles os responsáveis por enviar estas cartas no portal.

Dicas finais

Pergunte pessoalmente e antes de adicionar seu professor ao portal de inscrição da faculdade. Receber uma solicitação de recomendação de um sistema sem antes ter sido avisado pode ser muito desanimador. Isso não incentivará seu professor a ajudá-lo a dar o melhor de si com uma carta excelente. Se possível, pergunte com alguns meses de antecedência. Quando você pergunta antes, isso mostra que está preparado e permite que o professor escreva sua carta de acordo com os prazos.

Peça pessoalmente

Conectar-se cara a cara dá muito crédito ao seu pedido e ajuda você a se relacionar em um nível menos superficial com o professor. Quanto mais você puder se conectar, mais permite que ele escreva uma carta que fale sobre quem você é como pessoa e seja mais genuíno.

Pergunte ao seu professor sobre o processo dele

Muitos professores recebem vários pedidos de cartas de recomendação a cada ano e podem ter seu próprio processo para escrever cartas. Pergunte se eles têm um método preferido.

Follow Up

Além de enviar um e-mail de acompanhamento, converse com seu professor periodicamente enquanto espera que ele conclua sua carta. Ao acompanhar, você abre a porta para que eles façam perguntas adicionais para ajudá-los.

Para dicas adicionais, confira nosso vídeo abaixo!

5 dicas para obter as melhores cartas de recomendação (em inglês)

Como a Crimson Education pode ajudá-lo com suas cartas de recomendação

As cartas de recomendação são uma etapa essencial do processo de inscrição na faculdade. Pode ser intimidador pedi-los aos professores ou conselheiros, mas com orientação e preparação o processo pode ser fácil e contínuo.

Se você deseja obter mais informações sobre como a Crimson pode ajudá-lo com cartas de recomendação ou qualquer parte do processo de inscrição em faculdades no exterior, marque uma consulta inicial gratuita com um de nossos consultores acadêmicos. A Crimson Education é a principal empresa de apoio a admissões universitárias do mundo, especializada em ajudar os alunos a entrar nas melhores e mais competitivas faculdades do mundo, incluindo Harvard, Yale, MIT, Stanford, Oxford e Cambridge.

Quer ajuda para obter admissão nas melhores universidades?

Os alunos da Crimson têm até 4 vezes mais chances de serem aceitos nas melhores faculdades por meio de nossos programas personalizados!